Conferência destaca a atuação do professor em tempos de BNCC, numa perspectiva da escola católica
8 de setembro de 2018 Congresso de Professores, Notícias
Conferência-(39)

Conferência (14) (Copy)Na manhã deste sábado (08), durante a conferência “Ser Bons professores em Tempos de BNCC”, o filósofo e pedagogo Humberto Silvano Herrera Contreras, convidou os participantes do IV Congresso Nacional de Educação Notre Dame a refletir sobre os desafios impostos pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), relacionando seus objetivos e diretrizes com o currículo evangelizador, presente nas escolas católicas.

De acordo com o conferencista, a elaboração de políticas educacionais deveria considerar, prioritariamente, a realidade cotidiana das escolas. Por isso, além de desenvolver um bom currículo de ensino, seria importante atentar-se para a infraestrutura das escolas, para as condições de trabalho docente e para a formação dos educadores.

Conferência (60) (Copy)Nesse contexto, segundo ele, a formação universitária e as atividades de capacitação continuada devem também ser norteadas pelas dúvidas e dificuldades encontradas pelos professores no seu dia a dia em sala de aula. Assim, mais que compreender a BNCC de forma normativa, as instituições de ensino precisam encontrar maneiras eficientes de operacionalizá-la em seu cotidiano, de forma autônoma e criativa – especialmente no atual momento da educação brasileira, caracterizado por mudanças e incertezas.

Ao relacionar as diretrizes da BNCC com o currículo evangelizador – a partir do qual a escola católica desenvolve a educação na fé de maneira integral e transversal -, Contreras ressaltou a importância da integração entre as práticas pedagógicas e pastorais, elencando o professor como o principal agente dessa conexão. “Várias escolas anunciam a qualidade educacional, mas vocês estão em uma escola que lhes exige também qualidade pastoral. O carisma Notre Dame exige isso”, destacou.

Conferência (44) (Copy)Em seguida, ampliou essa reflexão apresentando práticas que podem ser adotadas pelos educadores, a fim de aprimorar a sua docência evangelizadora, dentre elas: assumir a profissão com entusiasmo; transformar a sala de aula em um espaço de encontros entre os estudantes; renovar os projetos pedagógicos, com criatividade; ter em mente a qualidade pastoral de suas atividades, refletindo sobre como elas podem contribuir para a formação das crianças e jovens; e integrar os educandos no processo de ensino e aprendizagem, para que eles participem das escolhas daquilo que desejam estudar e sintam-se responsáveis pela aprendizagem dos colegas.

Por fim, ainda, ao referenciar o mote da campanha institucional da Rede de Educação Notre Dame “Começa por mim, imaginando um mundo melhor”, enfatizou a importância do educador. “Sua missão é de extrema importância. A sua mediação cotidiana incide primordialmente na formação do estudante. A missão da escola católica se realiza principalmente por vocês. E se vocês se omitem nesse compromisso impossibilitam que a escola católica cumpra a sua missão”, frisou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>